Como nós contamos no nosso primeiro posto aqui no nosso blog, a jornada de preparação começou há dois anos. Parece muito tempo, né? Mas te garanto que toda antecedência é pouca para que você consiga organizar tudo do jeito que sempre sonhou em fazer.

Resolvemos começar pelo item mais caro da lista: o salão de festas. Procuramos com bastante calma para termos certeza de que escolheríamos o ideal e, só nesse tempo de pesquisa, foram uns quatro meses procurando até encontrarmos o que queríamos e darmos o veredito final. É fundamental que você tenha calma na hora de fechar o salão, pois os detalhes são muito importantes e o investimento nessa parte da festa é bastante alto, então, tenho certeza que você vai querer investir no melhor.

Nós optamos por um salão que já fornece o serviço de bufê, open bar e decoração, mas você não precisa necessariamente escolher um salão assim, mas eu, particularmente, acho muito mais fácil contratar um serviço completo do que correr atrás de tudo separadamente, além de ser mais econômico no final das contas.

Ao optar por um salão nesse estilo, as suas preocupações em termos de tomada de decisão se limitarão a escolha da cor da festa, dos arranjos das mesas, qual tipo de decoração, que flores você utilizará, quais os pratos serão servidos dentro do cardápio do próprio salão, o que eu acho muito mais fácil do que procurar uma empresa de decoração, outra de bufê, outra de bebidas e assim por diante.

Como nós tinhas um prazo muito bom para a data do evento e começamos a fazer tudo com bastante antecedência, conseguimos reservar o salão que queríamos para a data que queríamos e tivemos uma grande flexibilidade na hora de fazer o pagamento. Geralmente, os salões pedem que o valor integral seja quitado até a data do evento, então quanto antes você reservar o salão, melhor.

Depois disso, foi hora de começarmos a procurar por gráficas especializadas em convites para confeccionarmos o nosso. Essa parte foi bem rápida, pois acabei fazendo no mesmo lugar que a nossa amiga/madrinha fez os dela. Mas mesmo que você não tenha nenhum parente ou conhecido que casou há pouco tempo, é bem fácil encontrar empresas que fazem esse tipo de serviço. No próprio Google você consegue encontrar inúmeras opções com a maior facilidade e ainda há algumas gráficas que permitem que você envie o modelo que quiser e faça o convite bem do seu jeitinho.

Esses dois itens do casamento já estavam resolvidos mais ou menos um ano antes da data, que será o dia 15 de setembro de 2017 (tá chegando!!!), e acabaram sendo menos duas preocupações logo bem cedo. Em seguida, resolvi pesquisar algumas ideias sobre lembrancinhas para dar aos meus convidados no dia da festa. Encontrei diversas sugestões e modelos na internet, até de do it yourself (faça você mesmo) que ficaram muito interessantes em alguns casamentos, mas como o nosso será bem tradicional, optei por contratar uma empresa para confeccionar os nossos copinhos personalizados.

Após pensar nisso tudo, chegou a hora de escolher meu vestido. Essa escolha é bastante pessoal, então para cada tipo de noiva, aconselho de maneira diferente. Como eu sou bem impulsiva e decidida, sabia que ia escolher o primeiro que amasse e isso aconteceu bem rápido, mas se você for indecisa ou não estiver com um orçamento muito amplo, indico que comece a procurar o seu vestido com a mesma antecedência do salão, pois facilitará bastante a sua vida em termos de escolha e de pagamento. Ainda há outros detalhes dos preparativos da nossa festa, mas para conferir, fique ligado nos nossos próximos posts, pois contaremos tudinho aqui no Tony and Tina’s Wedding!